Tipos de agulhas para tricô: como escolher

Confeccionar uma peça de tricô é uma arte que traz consigo a ancestralidade humana, pois o tricô é encontrado em diversas culturas e civilizações. O primeiro registro histórico do tricô foi no Egito antigo (por volta do ano 1000 a.C.), mas é possível que a arte tenha se desenvolvido antes na China e na Suméria (território sul da Mesopotâmia entre o Kwait e o Iraque).

O tricô está presente na imortal obra do escritor grego Homero, a Odisseia e Penélope. A esposa de Ulisses passa a tricotar durante o dia e desfaz a peça a noite para adiar a escolha de um novo pretendente já que seu amado não regressava de suas aventuras. 

Penélope foi representada em 1912 pelo pintor britânico John William Waterhouse no quadro denominado “Penelope and the suitors”. Outra personagem histórica retratada tricotando foi Virgem Maria. O Mestre Bertram gênio alemão da arte gótica do século XV ilustrou a mãe do menino Jesus tricotando uma peça semelhante a uma camisa no quadro “Buxtehuder Marienaltar”.

Primeiras agulhas para tricô

As primeiras agulhas de tricô encontradas no Egito eram pequenos ossos ou madeiras utilizadas para entrelaçar fios de algodão e de acordo com os registros os padrões encontrados eram complexos e sofisticados. Isso comprova o quão antiga é a arte.

Artesanato

Há diversos trabalhos que podem ser realizados com tricô que vão desde a criação de uma peça até decorar alguma que já esteja pronta. Não há limites para o que pode ser feito em tricô: capas para vaso, toalhas de mesa, tapetes, etc., tudo dependerá da criatividade de quem produzirá.

Iniciantes

Quem está iniciando na arte de tricotar encontrará no mercado kits prontos de agulhas para tricô versáteis, elas são ideais para aprender e estudar os métodos e técnicas do tricô. Naturalmente elas possuem certas limitações e quem já domina a arte sabe que cada agulha para tricô possui sua própria particularidade.

Tipos e tamanhos

Para escolher a agulha de tricô é necessário saber o que exatamente será feito já que há muitos tipos e tamanhos disponíveis. A maioria cumpre a mesma função, mas algumas permitem movimentos mais específicos como as agulhas de tricô circulares ou de ponta dupla, por exemplo.

O material que a agulha é feita influência não só no resultado da peça como também na mão da artesã. Existem agulhas de metal, bambu, plástico e de madeira, cada uma possui características próprias e apresentam melhor desempenho de acordo com o nível de conhecimento.

Agulha de tricô de metal

As agulhas de metal são as preferidas de tricoteiras ou tricoteiros experientes, pois são pesadas e pouco flexíveis. Nas mãos de um iniciante ela é mais complicada por ser escorregadia. Para quem é experiente a velocidade em dar os pontos é muito maior em comparação com as outras.agulha-saco

Agulha de tricô de bambu e madeira

Agulhas de bambu e de madeira são ótimas para iniciantes. As de madeira se destacam por não serem escorregadias enquanto a de bambu são flexíveis e recomendadas para quem possui artrite. O ponto fraco de ambas é que em tamanhos menores tendem a quebrar com mais facilidade.

Agulhas de tricô de plástico

As agulhas para tricô de plástico são as mais comuns e fáceis de encontrar. Elas são bem flexíveis e permitem movimentos rápidos nos pontos, além disso, são leves e resistentes.

Tamanhos

O tamanho e diâmetro das agulhas influenciam diretamente no resultado do trabalho. Quanto maior o diâmetro mais solta e elástica será a peça. Quanto menor o diâmetro, mais apertado e grosso será o ponto.

Comprimento

O comprimento está mais ligado ao tamanho do projeto. Peças de comprimento maiores exigirão agulhas maiores, por exemplo. É bem intuitivo.

Espessura

A espessura dos fios utilizados também influenciará diretamente no resultado. A lã grossa permite um número menor de pontos.

Se você está procurando por agulhas para tricô não deixe de conferir as agulhas disponíveis na loja virtual do Rei do Armarinho. Lá você encontrará diversos tipos, diâmetros e tamanhos de agulhas para seus artesanatos.

A agulha de tricô Milward 6,0 é confeccionada em plástico e possui 37 cm de comprimento. Ideal para pequenos trabalhos em fio ou acrílico. As cores de cada par são únicas para facilitar a identificação na hora de montar seu kit.agulha-tricô-milward-6.0

A agulha de tricô Milward 4.5 é ligeiramente menor que a 6.0 com menor diâmetro e 27 cm de comprimento também é uma ótima opção para pequenos projetos.

agulha-tricô-milward-4.5

Já a agulha de tricô Serend nº 18 é uma agulha reta não tão flexível, mas confortável e firme. Possui 18 mm de diâmetro e 37 cm de comprimento.

agulha-tricô-serend-37-cm

Tricotar além de ser uma arte milenar é altamente terapêutico. Você pode melhorar sua saúde e ainda ter uma peça única, exclusiva e ganhar dinheiro. E então? Que tal começar um pequeno projeto com as agulhas para tricô?